Agosto dourado: Médicas e funcionárias de maternidade fazem sapatinhos de tricô para os bebês

A programação será realizada nesta quarta-feira (09) e no dia 16 de agosto na própria Maternidade, a partir das 16h30
Agosto dourado: Médicas e funcionárias de maternidade fazem sapatinhos de tricô para os bebês
TEXTO: Amanda Amaral   FOTO: Pixabay

Durante este mês, diversas campanhas vão destacar a importância da amamentação em comemoração ao Agosto Dourado. E a Maternidade de Carapina também preparou uma surpresa para as mamães que lá estão internadas, tudo para destacar a importância do aleitamento materno. Cada mamãe vai ganhar um par de sapatinhos de tricô, confeccionados pelas funcionárias do local.

A entrega dos presentes será nesta quarta-feira (9) e no próximo dia 16, na própria Maternidade, a partir das 16h30. Também está programada uma roda de conversa com as gestantes e puérperas (mulheres que tiveram filhos em até 45 dias).

O objetivo da ação é esclarecer e tirar dúvidas sobre o ato de amamentar, com troca de experiências entre as participantes, e para reforçar os benefícios do leite materno para a criança e a importância da não interrupção dessa prática.

Os sapatinhos são um mimo para as mamães, e foram feitos ao longo da semana pelas funcionárias da Maternidade de Carapina, entre elas, as pediatras que consultam as gestantes.  

 

Agosto dourado

O Agosto Dourado é resultado da Lei nº 13.435 de abril de 2017, com o intuito de alertar sobre a importância da amamentação. A comemoração é uma forma de incentivo também à doação desse importante alimento para os bancos de leite de todo o país. Em agosto também é realizada a Semana Mundial da Amamentação no Brasil, entre os dias 1º e 7, conforme Portaria do Ministério da Saúde nº 2.394, de 7 de outubro de 2009.

O Ministério da Saúde recomenda que, até os seis meses de vida, o bebê seja alimentado exclusivamente com leite materno para ter um crescimento forte e um desenvolvimento saudável. O leite materno possui substâncias e mecanismos capazes de proteger a criança de várias doenças, além de ser um ato que consolida os laços afetivos familiares.