Dicas para viajar de carro com seu pet

Confira dicas para viajar de carro com seu pet no feriadão
Dicas para viajar de carro com seu pet
TEXTO: Gabriela Conti   FOTO: Pixabay

O feriado de 12 de outubro chegou!. Destino decidido, malas prontas, crianças animadas e pé na estrada. Em vez de deixar os bichinhos de estimação em casa sob a supervisão de adultos responsáveis ou em hotéis especializados em pets, muitos tutores optam por levar seus amiguinhos peludos na viagem de carro.

Os momentos em família acompanhados pelo membro de quatro patas muitas vezes são ainda mais divertidos e especiais. Mas é preciso ficar atento a alguns cuidados para garantir a segurança e o bem-estar deles.

Confira as nossas dicas:

Transporte

Por lei, os animais não podem viajar soltos no carro. É preciso transportá-los em um cinto de segurança próprio, vendido em pet shops ou casas especializadas. Os cães de porte pequeno e gatos devem ser levados em uma caixa de transporte, que também deve estar presa ao carro com um cinto de segurança especial.

Enjoos

Alguns cães amam uma viagem de carro. Mas se o percurso for longo, eles podem sentir enjoos. Já os gatos não estão acostumados a andar de carro. Por isso, é importante conversar com o veterinário sobre possíveis medicações antienjoo para ministrar aos animais antes da viagem.

Alimentação

Para evitar enjoos e possíveis vômitos, não alimente os animais até duas horas antes da viagem.

Paradas

A cada duas horas, faça paradas para que seu pet possa se aliviar, esticar as pernas e beber água.

Calor

Não deixe seu pet em um carro fechado. A temperatura corporal deles pode aumentar rapidamente ocasionando hipertermia e até morte. Também não ligue o ar-condicionado no máximo. 

Documentação

Para viagens interestaduais, é obrigatória a apresentação da Guia de Trânsito Animal emitida pelo veterinária. Apresentar o Cartão de Vacinação é obrigatório. 

A dica de ouro é sempre consultar seu veterinário de confiança antes de viajar.