Em quatro meses, quase 600 empresas são abertas na Serra

Somente nos quatro primeiros meses de 2019, 595 empresas de pequeno, médio e grande porte foram instaladas no município

Em quatro meses, quase 600 empresas são abertas na Serra


Texto: Gabriela Conti

A Serra é a cidade das oportunidades. Somente nos quatro primeiros meses de 2019 (janeiro a abril), 595 empresas de pequeno, médio e grande porte foram instaladas no município. É o caso da FBL Embalagens, a primeira e única fábrica de crivo (bandeja) de ovos no Estado. O empreendimento será inaugurado em três meses e vai produzir, por mês, cerca de 3,8 milhões de bandejas com capacidade para 30 ovos, que serão vendidas para atender os granjeiros de Santa Maria de Jetibá.

Para os sócios Luiz Paulo Faustini e Jean Becalli, a Serra foi a melhor opção para instalar o negócio, devido à logística. A empresa está localizada na rodovia do Contorno, próximo ao Tims.

 “Íamos nos instalar em São Mateus, mas por causa da questão da logística decidimos ficar na Serra, que está na porta de entrada de Santa Maria de Jetibá, nosso principal cliente. Também está na boca do gás natural da Petrobras, que é nosso combustível”, contou Luiz Paulo.

Com a instalação, serão gerados 21 postos de trabalhos diretos e 15 indiretos. Serão contratados operadores de máquina, operadores de empilhadeira, coordenador de produção, técnico em automação, técnico em manutenção, controlador de estoque, entre outros.

A matéria-prima utilizada pela fábrica será o papel reciclado.

“O número significativo de novas empresas na Serra em 2019 demonstra a capacidade do município de atrair novos projetos, considerando a qualidade de sua infraestrutura instalada, a logística e o apoio que o município dá à implantação dessas empresas, especialmente às pequenas e médias”, afirmou o secretário de Desenvolvimento Econômico da Serra (Sedec), José Eduardo Azevedo.