Procon divulga ranking dos principais problemas que consumidores tiveram em 2018

Mais da metade das reclamações registradas considerada no levantamento refere-se à cobrança indevida, como nos caso de algum serviço não contratado, por exemplo
Procon divulga ranking dos principais problemas que consumidores tiveram em 2018
TEXTO: Samantha Dias   FOTO: Jansen Lube/Secom-PMS

Cobrança indevida, produto com vício ou defeito, descumprimento de contrato. Se você não teve nenhum desses problemas ao contratar um prestador de serviço ou adquirir algum produto no ano passado, saiba que muitas outras pessoas não tiveram a mesma sorte. Milhares de consumidores procuraram a ajuda do Procon da Serra em 2018 para registrar reclamações e pedir ajuda. O órgão divulgou o ranking com os principais problemas e áreas reclamadas.

Na primeira tabela (confira abaixo) constam os principais problemas. Mais da metade das reclamações consideradas no ranking refere-se à cobrança indevida, como nos casos de cobrança por algum serviço não contratado, por exemplo.

A diretora do Procon da Serra, Nívia Passos, lembra que nos casos de cobrança indevida o Código de Defesa do Consumidor prevê o ressarcimento em dobro do valor pago. “Mas é importante destacar que o ressarcimento é em cima do valor cobrado de forma equivocada. Se a fatura custou R$100, mas somente R$10 é indevido, o ressarcimento será o dobro de R$10”, explicou Nívia.

Já as áreas que tiveram mais queixas foram, em ordem, assuntos financeiros (como cartão de credito, empréstimo consignado, financiamento), serviços essenciais (água, luz, gás, telefonia, transporte) e produtos. A classificação é de acordo com

o Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec).

Nívia faz duas importantes considerações sobre essas áreas mais reclamadas. “Temos recebido muitas reclamações, principalmente de aposentados e idosos, que dizem não ter contratado empréstimo consignado, que desconhecem a contratação e a cobrança, pois, quase sempre, as ofertas são feitas por telefone. Esse é um alerta importante. Nesses casos entramos em contato com a financeira e, não havendo contrato assinado ou gravação comprovando, conseguimos o cancelamento e reembolso do valor cobrado”, afirmou.

Também de acordo com a diretora do Procon da Serra, a venda casada de serviços essenciais também é alvo de queixas dos consumidores. “Muitas operadoras oferecem combos de tv, internet, telefone fixo e celular. Mas a venda casada é proibida”.

O consumidor pode procurar ajuda do Procon da Serra para registrar as reclamações e buscar ajuda. 

Endereço - Avenida Talma Rodrigues Ribeiro, 5.416, Serra/ES - Portal de Jacaraípe 

Atendimento de segunda à sexta-feira, de 8 às 17 horas, com distribuição de senhas até às 15 horas

Telefones: 3252-7243/7242

Atendimentos Formalizados no Procon Municipal  Serra - 2018

PROBLEMAS

COBRANÇA INDEVIDA

4.619

CONTRATO (não cumprimento, alteração, rescisão...)

768

PRODUTO COM VÍCIO

742

ANTECIPAÇÃO DE FINANCIAMENTO

464

TOTAL

6.593

                                                                                                                                                     

Atendimento Formalizados no Procon Municipal  Serra - 2018

Área

ASSUNTOS FINANCEIROS (EX: cartão de crédito, financiamento...)

4.457

SERVIÇOS ESSENCIAIS (EX: água, energia, telefonia...)

3.028

PRODUTOS

1.632

SERVIÇOS PRIVADOS (EX: academia, cursos, festas e eventos...)

853

SAÚDE

164

HABITAÇÃO

81

ALIMENTOS

49

TOTAL

10.264