Serra investe 40 milhões em obras para evitar alagamentos

Ao todo, foram contempladas mais de 80 ruas, em 13 bairros, totalizando mais de 30 km de vias
Serra investe 40 milhões em obras para evitar alagamentos
TEXTO: Eduardo Candeias   FOTO: PMS

Com o intuito de diminuir os impactos da chuva na cidade, a Prefeitura da Serra, por meio da Secretaria de Obras (Seob), está investindo somente em 2018 mais de R$ 40 milhões em drenagem e pavimentação de diversos bairros. Ao todo, foram contempladas mais de 80 ruas, em 13 bairros, totalizando mais de 30 km de vias.

O trabalho preventivo na cidade inclui várias frentes, como a limpeza em galerias da cidade durante todo ano, obras da dragagem do Rio Jacaraípe, a retirada de entulhos e recuperação de antigos pontos viciados de descarte irregular.

Dragagem do Rio Jacaraípe

Em dezembro, serão concluídas as obras de dragagem do Rio Jacaraípe. Além da limpeza, foram construídos calçadão, ciclovia e uma nova passarela. Os investimentos somam R$ 12,3 milhões e vão beneficiar mais de 50 mil pessoas. 

O rio Jacaraípe estava assoreado e tinha apenas cinco metros de largura em alguns pontos. Agora, são 30 metros, o rio ganhou mais vazão, evitando alagamentos, melhorando a qualidade de vida da população e tornando o local mais um ponto de lazer.

Drenagem e pavimentação

Nos últimos anos, a Prefeitura da Serra investiu R$ 31,4 milhões em obras de drenagem e pavimentação, garantindo que regiões antes assoladas por alagamentos em períodos chuvosos hoje passem por essas chuvas de maneira mais tranquila. Em 2018, são mais de R$ 40 milhões investidos.

Muros de contenção

Para evitar ameaças de deslizamentos por causa da erosão e da força das águas em períodos de chuvas, a Secretaria de Obras da Serra (Seob) construiu muros de contenção em encostas em José de Anchieta II; José de Anchieta III; Nova Carapina e Planalto Serrano.

Hortas, jardins sustentáveis e pista de bicicross

Além da limpeza diária e dos mutirões programados nos bairros, a Secretaria de Serviços da Serra (Sese) realiza, desde o início de 2017, um programa de retirada de entulho dos terrenos nos bairros. Somente este ano, até setembro, foram retiradas 76 mil toneladas de entulho em pontos viciados da cidade.

Um projeto piloto está sendo implantado em um antigo ponto viciado na avenida Amazonas, em Novo Porto Canoa. O local foi limpo e recuperado pela prefeitura e agora está sendo transformado em uma área de lazer com direito a uma das maiores pistas de bicicross do país, sendo a única que é totalmente asfaltada e, por isso, super-rápida para competições estaduais e nacionais.

Outra frente de trabalho para reocupar os espaços que funcionavam como pontos viciados, a campanha Serra Limpa é Serra Linda, por meio do projeto Hortas e Jardins Sustentáveis, incentiva moradores a se mobilizarem para transformar os locais que antes eram abandonados, cheios de sujeira e mau cheiro em jardins e hortas.

A campanha também tem outras ações, como: a criação de um WhatsApp (99976-2595) para receber fotos e vídeos de flagrantes de irregularidades, intensificação da fiscalização e das notificações e multas, criação de leis específicas para regularizar o despejo e destinação de entulho, entre outras.