Volta às aulas: Cuidados podem facilitar o processo de adaptação ou readaptação nas escolas

Na Serra, o ano letivo da rede municipal começa no dia 4 de fevereiro

Volta às aulas: Cuidados podem facilitar o processo de adaptação ou readaptação nas escolas


Texto: Eduardo Candeias - Foto: Eduardo Candeias

A volta às aulas é um período de muitas novidades para as crianças, sejam elas marinheiras de primeira viagem ou veteranas. O início da vida escolar, uma nova turma ou nova escola são mudanças na rotina que podem causar transtornos não apenas para os pequenos, mas também para toda a família. 

"A adaptação ou readaptação do estudante no início do ano letivo não se faz somente no primeiro dia de aula. É um processo que pode demorar mais para algumas crianças. Alguns cuidados básicos dos pais podem tornar esse momento mais confortável e facilitar esse processo", explica a subsecretária Pedagógica da Serra, Lêda Calente.

A primeira sugestão é conversar com a criança sobre a importância da escola. “Os pais devem valorizar a instituição de ensino e o saber que professores vão transmitir. Eles devem mostrar o quanto a escola é importante para que as crianças aprendam e tenham um bom futuro”, destaca Lêda.

Segundo Lêda, outra dica para o retorno à rotina escolar é acertar o relógio biológico. “Reorganizar os horários de despertar, almoçar e dormir, pelo menos na última semana das férias, é muito importante. Dormir bem é essencial para o bom desempenho escolar”, comenta. 

Outra sugestão é levar a criança até a porta da escola. Os pais podem, eventualmente, aproveitar para visitar o local e conhecer a rotina dos filhos na unidade, mas é fundamental mostrar confiança na escola e perceber que aquele espaço é do estudante. "É preciso soltar da mão da criança, demonstrar confiança no profissional da educação que será o responsável por ela naquele espaço".

Educação Infantil

Para os estreantes a atenção deve ser redobrada, afinal, o primeiro dia de aula pode trazer resistência àqueles que não foram preparados para encarar um novo ambiente com pessoas totalmente desconhecidas.

“Não ter os pais por perto pode gerar ansiedade. Por isso, o papel dos pais ou responsáveis é confortar as crianças, assegurando que a experiência será boa”, afirma Lêda.

A subsecretária Pedagógica ressalta ainda que os pais ou responsáveis pela criança precisam ser sensíveis e começar a estimular os filhos bem antes do início das aulas. “Falar para eles dos novos colegas, das “tias”, das brincadeiras, daquilo que aprenderão no novo ambiente escolar. Se possível, levá-los, antes do início das aulas, à escola, para que eles possam conhecê-la e se familiarizar” finaliza.

Ensino Fundamental

A entrada no Ensino Fundamental é uma fase de grandes mudanças: os estudantes, em geral, passam a ter mais tempo em sala de aula e menos de recreio. Nesse caso, a criança precisa de auxílio para utilizar esse pouco tempo para comer, usar o banheiro e brincar. Ela também terá tarefas para casa com mais frequência. “Os pais precisam ajudá-la a se organizar, estabelecendo, por exemplo, horários para a lição e um local para o estudo”, ressalta Lêda.

Outro ponto que vale ser lembrado, pois gera preocupação para os pais e insegurança para os filhos, é a troca de escola, pois os pequenos são retirados de um ambiente com o qual já estavam adaptados, para um novo espaço desconhecido para eles.

“É preciso o diálogo sobre as resistências do filho perante a mudança, é importante que os pais exaltem os pontos positivos da nova escola, como os novos amigos, a nova professora, as atividades que serão realizadas, mostrando que a troca trará também coisas boas para ele, e não somente perdas’, destaca Lêda.

Dicas que contribuirão com a retomada da vida escolar dos pequenos:

– Faça com que a criança volte à rotina gradualmente, sem estabelecer mudanças bruscas, pois ela sofre mais com mudanças radicais; 

– Estimule a confiança. Se a criança está insegura e sofrendo pela separação, é necessário mostrar que você vai deixá-la pela manhã, mas voltará para buscá-la na hora combinada;

– Separe o uniforme e prepare o lanche, no dia anterior, para evitar surpresas e possíveis constrangimentos nos primeiros dias de aula;

– Saia de casa com antecedência para que seu filho não chegue atrasado;

– Pergunte ao seu filho como foi o dia dele quando estiverem voltando para casa. Procure saber detalhes, pois isso estimula a criança a voltar no dia seguinte.

- Prestigiar os eventos e festas comemorativas da escola como forma de valorizar o espaço de estudo dos filhos.

- Lembre-se sempre de que a adaptação e a readaptação não são instantâneas, mas requerem bastante paciência, tanto dos pais quanto das crianças.

Serra 

Na Serra, o ano letivo da rede municipal começa no dia 4 de fevereiro. As equipes de cada escola estão trabalhando na organização dos espaços escolares e nos preparativos para receber os mais de 60 mil alunos das 138 escolas municipais na primeira semana de aula de 2019.