Dia Municipal da Mulher Negra: atividades no Cras de Laranjeiras nesta sexta e sábado

A programação inclui palestras, debates, oficinas e relatos. O credenciamento será no local. Na sexta-feira, as atividades começam às 17 horas. Já no sábado se iniciam às 8 horas
Dia Municipal da Mulher Negra: atividades no Cras de Laranjeiras nesta sexta e sábado
TEXTO: Dayane Freitas  

A Secretaria de Direitos Humanos e Cidadania (Sedir) da Serra convida toda a população para o seminário Mulher Negra Serrana, com o tema: A marcha das mulheres negras continua.

O evento será realizado nesta sexta-feira e sábado, dias 21 e 22, no Cras de Laranjeiras, com uma programação que inclui palestras, debates, oficinas e relatos. O credenciamento será no local. Na sexta-feira, as atividades começam às 17 horas. Já no sábado se iniciam às 8 horas.

As atividades fazem parte das reflexões sobre o Dia Municipal da Mulher Negra, que será na próxima terça-feira, dia 25, segundo a Lei 4.106/2013. A data é alusiva ao Dia da Mulher Afro-Latino-Americana e Caribenha, criado no mesmo dia, há 25 anos, durante o I Encontro de Mulheres Afro-Latino-Americanas e Afro-caribenhas, em Santo Domingo, República Dominicana.

A data é considerada o marco internacional da luta e da resistência da mulher negra contra a opressão de gênero, o racismo e a exploração de classe.

O objetivo do evento e da data, segundo a Sedir, é contribuir, ampliar e fortalecer a identidade das mulheres negras que foram e são protagonistas no enfrentamento ao racismo e sexismo, que demanda a luta pela garantia do acesso aos direitos.

Serviço:

Seminário Mulher Negra Serrana

Datas: sexta-feira e sábado (dias 21 e 22)

Local: Cras de Laranjeiras, na avenida Norte Sul, nº 3.783, Colina de Laranjeiras.

 

Programação do seminário

Sexta-feira (dia 21)

17 horas – Credenciamento

18 horas – Lanche

18h30 – Momento cultural

19 horas – Palestra magna com Vanda Vieira: A Marcha das Mulheres Negras Continua....

19h40 – Solenidade de autoridades

Debate

Encerramento

 

Sábado (dia 22)

8 horas – Credenciamento

8h10 – Lanche

8h20 – Relatos de mulheres

8h30 as 12h30 – Mesa redonda e debate

- Políticas públicas para mulheres negras: Ana Lúcia da Conceição

- Igualdade de gênero – mulheres lésbicas e bissexuais: Ariane Meirelles

- Saúde da mulher negra: Secretaria Municipal de Saúde

- As jovens negras nesse novo cenário: Neiriele Marques 

12h30 a 13h30 – Almoço

13h40 - Oficinas

Bonecas pretas – Oficineira: Rute Gregório

Dança afro – Oficineiro: Jerdam Nicácio

Cabelo afro – Oficineira:  Elisangela Gonçalves

Turbante –  Oficineira: Danuza Brício

Percussão – Oficineiro: Marcão D'Odé

16 horas – Lanche

16h30 – Apresentação das oficinas

17 horas – Encerramento